Jovens Empreendedoras

Estudantes pernambucanas buscam no mercado informal, um meio para conseguir a independência financeira.

Dulce, Rebeca e Jéssica são estudantes do curso de psicologia da Faculdade Frassinetti do Recife, FAFIRE.  Alunas dedicadas,  frequentam diariamente as aulas e se preparam para entrar no mercado de trabalho. Mas o sonho de se tornarem psicólogas não é o único ponto comum entre as estudantes. Elas resolveram não esperar pela formatura para conseguir a independência financeira e pessoal.

Há três anos, os doces preparados por Dulce Barros, 23 anos, fazem sucesso nos corredores da Faculdade. São brigadeiros, bem casados, surpresas de uva, docinhos de coco, guloseimas que conquistaram alunos, professores e funcionários da instituição. Além dos docinhos, Dulce recebe encomendas de bolos e trufas. A iniciativa, segundo ela, surgiu da necessidade de pagar o curso por conta própria. "No início o objetivo era custear meus estudos. Hoje, com a venda dos doces, já consigo pagar o transporte, a alimentação e todas as minhas contas", diz. Por outro lado, a estudante lembra que para obter sucesso neste tipo de negócio é preciso muita disciplina, pois além das aulas e das vendas, ainda é preciso dedicar parte do dia aos estudos e ao estágio em uma clínica de reabilitação de dependentes químicos. "Não é fácil, mas se você conseguir organizar o tempo, é perfeitamente possível conciliar todas as atividades. Ao chegar em casa, à noite, depois de todo um dia de estudo e trabalho, preparo doces para o dia seguinte", acrescenta.

Enquanto Dulce caminha para o final da graduação, Rebeca e Jéssica são recém chegadas, mas possuem a mesma disposição para atingir seus objetivos. Com apenas 17 anos Rebeca Portela é revendedora de uma conhecida linha de cosméticos. No ramo há três meses, a jovem vendedora começou a formar a clientela na própria família, na vizinhança, na igreja e agora entre os colegas de curso. “No início foi difícil, pois a concorrência na área é muito grande. Hoje, com o dinheiro que ganho, já consigo ajudar em casa. O segredo é conhecer o cliente, seus interesses, estar sempre em contato e nunca desistir. As mulheres compram com mais frequência, mas os homens também procuram esse tipo de produto”, revela. Assim como a colega de turma, Jéssica Leão, 20, resolveu investir na vaidade do consumidor, mas especificamente das consumidoras. Em 2010, decidiu trabalhar com semi jóias folheadas e bijuterias. As peças sempre encantam as compradoras, que passam um bom tempo experimentando, perguntando opiniões, o que exige da estudante tranquilidade e senso estético, características que Jéssica tem de sobra ao atender a clientela. Para a futura psicóloga, o objetivo com o trabalho já está muito bem definido. “Pretendo fazer economias para no futuro investir na Bolsa de valores”, fala.

De acordo com o Coordenador do curso de administração da FAFIRE, Aluísio Dias, as três alunas podem ser consideradas jovens empreendedoras. "O empreendedor é uma pessoa diferenciada no comportamento. Não é simplesmente aquele que abre um negócio, mas aquele que toma a iniciativa de controlar sua vida, estabelecer objetivos e fazer o planejamento para alcançá-los, sempre com persistência. O empreendedor precisa também ser criativo para superar as barreiras e ter a coragem de corre riscos, pois sem eles não fazemos nada de diferente ou de novo", afirma.



Mais informações sobre como montar o próprio negócio,
busque no SEBRAE do seu Estado: www.sebrae.com.br
Fotos:Érica Silva e Erenildo Januário

Serviços: 
Fafá & Dutche Doces (Dulce Barros) - 81- 8845-5006 
Rebeca Portela - 81 - 8154-2820 
Jéssica Leão - jessi_leao@hotmail.com 
Faculdade Frassinetti do Recife - www.fafire.br



categoria: ,

*Apreciou este artigo? Compartilhe-o e deixe-nos um comentário abaixo.

6 | Divulgue e Comente!

  1. Adorei a reportagem, muito interessante e que sirva de exemplo para os jovens brasileiras.
    Érica Silva

  2. Joia!
    Adoro essas histórias!
    É a prova de que temos muito trabalho disponível nesse Brasilzão. E pessoas, as vezes, ficam em casa paradas a espera de um emprego. Mãos a obra!

    Parabéns pela matéria!

    Grande abraço.

    Josy Cipolatti
    http://cipolattimakeup.blogspot.com

  3. milena says:

    Parabéns meninas pela coragem e determinação!!!

    Parabéns Ismael pela excelente matéria.

  4. Boa tarde Brasil. Esta matéria é do meu grande amigo Ismael Holanda repórter conceituado em Recife e eu o ajudei tirando as fotos para sua matéria. Espero que todos curtam. Um grande abraço.

  5. RAFAEL MATIAS says:

    essa reportagem,só acrescentar e fortificar o grande perfil de empreendedoras no mundo feminino...só tenho que deixar um grande parabéns pra todas essas mulheres e pro grande jornalista ISMAEL HOLANDA,mas uma matéria de grande porte.

  6. Helenice says:

    Parabéns para todos vocês muito boa,que motivação que sirva para os que ficam reclamando da vida.